A impotência pode se desenvolver como efeito colateral

A impotência pode se desenvolver como efeito colateral da medicação. Uma ereção é afetada por antidepressivos, antipsicóticos, tranquilizantes, drogas que tratam a hipertensão e aquelas que reduzem a secreção gástrica.

Falhas sexuais às vezes escondem doenças inflamatórias da próstata, uretra, bexiga e testículos. Em geral, qualquer doença crônica, fadiga nervosa e física não é a melhor maneira de afetar a força masculina.

Disfunção sexual é disfunção erétil em homens em São Petersburgo. Uma variante extrema do problema é a ausência de uma ereção por um longo tempo.

Segundo vários autores, uma maioria significativa de casos intratáveis ​​de disfunção erétil em homens é isolada. Estes incluem:

diabetes e outras doenças endócrinas,
distúrbios neurológicos
aterosclerose
lesões e suas conseqüências.
efeitos colaterais das drogas. Por exemplo, alguns betabloqueadores usados ​​no tratamento da hipertensão podem causar disfunção erétil. Naturalmente, vale a pena mencionar o fumo. Este é um fator poderoso no desenvolvimento de doenças vasculares, que também leva a distúrbios sexuais.


Álcool Infelizmente, uma certa proporção de homens considera o álcool um fator estimulante para a ereção. E, em alguns casos, há um apelo consciente ao álcool na tentativa de resolver seus problemas. De onde veio esse mito? O fato é que diretamente em uma ereção de álcool apenas age negativamente. Mas, num certo estágio de intoxicação, a libido aumenta, a crítica e as barreiras morais diminuem. Assim, o aumento do desejo sexual estimula o desenvolvimento da ereção e não o álcool. Para fechar o tema dos efeitos do álcool em uma ereção, é importante acrescentar que o ato sexual no fundo de intoxicação pode resultar em ejaculação precoce, a rescisão ereção, mas no dia seguinte, este episódio pode simplesmente ser esquecido, mas a memória ainda é apenas um forte desejo sexual. Clique para mais informações em Endoxafil funciona.


Idade só com as doenças somáticas acompanhantes! Outra preocupação comum existe em homens que com a idade e problemas de ereção começam. A idade é perigosa apenas porque, ao longo dos anos, o risco de desenvolver doenças somáticas é muito maior. São doenças, lesões e maus hábitos que se acumularam ao longo de muitos anos e que têm impacto direto na ereção.